O Poder dos Antioxidantes Contra os Radicais Livres

Antioxidantes são muito benéficos para a sua saúde porque o vão ajudar a combater os radicais livres que prejudicam o organismo. No entanto, poucas pessoas realmente sabem dos seus benefícios e não consomem alimentos ricos em antioxidantes em quantidade suficiente e, assim, não se protegem convenientemente para vários problemas de saúde.

O papel que desempenham os antioxidantes na saúde

Os antioxidantes são substâncias essenciais para uma saúde equilibrada porque têm a capacidade de interagir com os radicais livres, ajudando-os a tornarem-se mais estáveis ​​e, impedindo-os assim, de causar danos às células saudáveis ​​do nosso corpo.

Sem antioxidantes, os radicais livres podem causar danos muito graves e podem contribuir para a causa de muitas doenças e para um envelhecimento precoce. Assim, temos ao nosso alcance um método simples e eficiente de lutar contra esses radicais livres nocivos, apenas consumindo frutas e vegetais em quantidades adequadas. Como já referido antes os antioxidantes desempenham um papel importante na proteção do nosso organismo ajudando na prevenção de inúmeras doenças e outros maus estares.

Os antioxidantes mais comuns incluem vitaminas, minerais, carotenoides e flavonoides – todos os quais podem ser facilmente obtidos através de uma dieta variada e equilibrada de vegetais e frutas de cores fortes. Existem mais tipos de antioxidantes, alguns dos quais são produzidos pelo nosso próprio organismo, mas os ingeridos através da alimentação são os mais importantes e não conseguem ser reproduzidos pelo nosso corpo.

tomates vermelhos

Como atuam os antioxidantes

Os radicais livres (agentes oxidantes) são moléculas que, por não terem um número par de elétrons são altamente instáveis. No entanto eles procuram estabilidade interagindo com as outras células do nosso organismo, tendo reações químicas de elétrons com as células vizinhas. Embora eles tenham a sua função no nosso organismo, quando em excesso, começam a oxidar células saudáveis, como proteínas, lipídios e o nosso próprio DNA.

O ataque constante leva à destruição de células de gordura poli-insaturada, o que por sua vez está associado ao desenvolvimento de doenças crônicas como Alzheimer, Parkison, aterosclerose, diabetes, hipertensão e alguns tipos de câncer, como ao desenvolvimento obesidade.

A importância dos antioxidantes reside no fato de que eles são capazes de regular a quantidade de radicais livres no corpo. Uma dieta rica em consumo de antioxidantes contribui para a redução de radicais livres.

Os antioxidantes também ajudam a prevenir a destruição do colágeno pelos radicais livres e estimulam a produção de novas células, tendo assim uma ação corretiva na nossa pele além da prevenção.

Assim, os antioxidantes ajudam a prevenir rugas, flacidez da pele e, consequentemente, o envelhecimento precoce. E também ajudam a deixar a pele mais luminosa, uniforme e brilhante, ao mesmo tempo que protegem dos efeitos nocivos da exposição solar.

mulher com pele bonita

Os benefícios de escolher alimentos ricos em antioxidantes

Os alimentos antioxidantes, que ajudam a combater os radicais livres são muito importantes. Essenciais mesmo em qualquer dieta, principalmente à medida que as pessoas vão envelhecendo e encontram-se basicamente na dieta mediterrânea que é muito rica em peixe e produtos hortícolas, ao contrário dos países do norte que comem muito mais alimentos processados e fast food.

No entanto é preciso manter o equilíbrio. De fato, mesmo os radicais livres, os alvos dos antioxidantes, têm papéis a desempenhar no nosso organismo. Entre outras funções, elas agem para que as células adiposas, se transformem em músculos. E alguns são mesmo essenciais para algumas funções do corpo, como o óxido nítrico, que dilata os vasos sanguíneos de modo a manter uma circulação sanguínea melhor e assim permitir aos homens obter uma ereção.

Só porque uma coisa é saudável não quer dizer que deva ser consumida em excesso, senão os seus efeitos maléficos podem se sobrepor aos seus benefícios. A maneira mais saudável de comer antioxidantes é consumir vários vegetais e frutas variados diariamente de forma saudável e equilibrada, pois segundo alguns estudo os antioxidantes contidos nos suplementos têm um valor inferior aos consumidos diretamente com os alimentos. A recomendação é comer cerca de 500 gramas por dia.

Como as plantas e frutos são expostas a fatores oxidantes, como pragas, exposição solar e flutuações de temperatura, e produzem várias substâncias para se protegerem desses elementos, que depois nós podemos consumir.

Para obter mais antioxidantes, quanto mais coloridos os legumes e frutas forem melhor. Tons purpúreos denunciam antocianinas. Polpas avermelhadas e alaranjadas, por sua vez, são fontes de carotenoides. E esses vegetais e frutas também fornecem vitaminas e minerais que ajudam contra o processo de oxidação das nossas células e ajudam o organismo a produzir os seus próprios antioxidantes.

alimentos ricos em antioxidantes

Os alimentos listados a seguir estão entre os mais ricos em antioxidantes.

Pepino: o pepino é um super alimento muito rico em sais minerais e vitaminas com um alto poder antioxidante e anti-inflamatório.

Aveia: a aveia ajuda a diminui a celulite, ajuda na melhor circulação sanguínea e previne a absorção de gorduras.

Linhaça: a linhaça ajuda a regular vários hormônios e também tem poderes anti-inflamatórios.

Semente de Abóbora: esta semente combate a inflamação, pois torna o pH do sangue mais alcalino.

Uvas e vinho tinto: ambos têm função anti-inflamatória.

Azeite: O azeite é outro anti-inflamatório e antioxidante natural.

Peixes gordos: estes peixes, ricos em ômega 3 são também essenciais. Todos os peixes são benéficos na nossa alimentação mas os mais gordos são mais ricos em ômega 3.

Frutas cítricas: as laranjas e os limões são muito ricos em bioflavonóides, que são poderosos antioxidantes.

Frutos Vermelhos: ajudam no fortalecimento dos vasos sanguíneos e linfáticos, melhorando a circulação e protegendo as células dos efeitos dos radicais livres.

No entanto a verdade é que com o aumento da idade a dependência de antioxidantes aumenta nas pessoas e é necessário obter antioxidantes suficientes através da dieta pois o organismo já não consegue produzir os seus antioxidantes naturais tão facilmente. Os idosos devem praticar uma dieta mais rica em alimentos com antioxidantes.

No entanto, como as dietas dos nossos dias são mais ricas em alimentos processados, fast food e alimentos refinados que em hortaliças e frutas, a obtenção de antioxidantes fica comprometida em muitas pessoas, principalmente nos habitantes das cidades que consomem os piores alimentos, e é uma das causas do aumento da incidência de certas doenças crônicas em uma idade cada vez mais jovem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *